Sea

Secretaria de Estado da Administração

ENCONTRE SUAS

NOTÍCIAS

Diário Oficial do Estado de Santa Catarina completa 89 anos de existência

Já foram realizadas 21.969 edições do DOE que guarda a história do Estado e dos catarinenses

O Diário Oficial do Estado é responsável por tornar públicas e oficializar nomeações e exonerações, leis, decretos, entre outras ações dos gestores do Governo Catarinense. Mas, mais do que isso, ele é ferramenta de registro da história do Estado de Santa Catarina e de ações que mudam a vida das pessoas.

Nesta quarta-feira, 01 de março de 2023, o DOE completa 89 anos de existência. Ele foi criado através do Decreto 433 de 1934, pelo interventor Federal Aristiliano Ramos no dia 05 de março de 1934. No mesmo Decreto também foi criada a Imprensa Oficial de Santa Catarina que era a responsável por manter e realizar diariamente o DOE. Mas foi apenas no dia 01 de março do mesmo ano que começou a circular a primeira versão do Diário entre a população. E circulou de forma física até 2017, quando se tornou totalmente virtual.

De lá pra cá, já foram mais de 832.570 matérias publicadas on-line em 2.813 edições. Além disso, o DOE conta com um acervo de 19.156 edições impressas, que atualmente estão passando pelo processo de digitalização.

O olhar por trás do Diário Oficial do Estado

A Gerente do Diário Oficial, Arlene Natália Cordeiro, tem mais de 30 anos dedicados à Secretaria da Administração e, em especial, a colocar “para circular” o Diário Oficial do Estado diariamente. Ela iniciou no serviço público na então Imprensa Oficial de Santa Catarina em 1986. Na época, o DOE era feito exclusivamente de maneira manual. “Montávamos ele todos os dias no papel, cortávamos com a tesoura, colávamos nas folhas de montagem e então levávamos para fotografar. Só aí o filme da câmera era montado no tamanho certo da página do diário para poder rodar na impressora.

A equipe responsável por esse processo manual, da qual Arlene fazia parte, organizava e revisava o Diário Oficial até meados de 2002, quando os computadores chegaram e o recebimento de informações passou a ser on-line. “A partir daí começamos a receber por e-mail as matérias. Eram cerca de 400 e-mails por dia”, lembra a gerente.

Foi em 2011 que o primeiro DOE eletrônico foi gerado e a partir daí uma nova maneira de comunicar as ações do Governo iniciou. Arlene ressalta que a chegada da tecnologia auxiliou não só o trabalho da equipe que realizava o Diário, mas, principalmente, a transparência com a população. “Com o Diário on-line é muito mais rápido o acesso à informação. Hoje unimos a tecnologia e a inovação com responsabilidade e transparência”.

A servidora também fala que o cuidado com o DOE é grande. “Nossa função não é só publicar. Nós fazemos a triagem de cada matéria recebida, diagramamos, revisamos, conferimos com muita atenção. Eu falo que o DOE me fez desenvolver, ao longo dos anos, uma habilidade especial na visão, um olhar mais atento. Só de bater o olho eu já sei quando tem algo de errado (risos).”

Arlene é a servidora do Estado que há mais tempo trabalha no Diário Oficial. FOTO: ASCOM/SEA

Arlene diz que a parte mais gratificante de trabalhar com o Diário Oficial é o retorno das pessoas com a divulgação das informações. “Todo dia a rotina é a mesma, o mesmo processo de montagem, mas no Diário Oficial tudo é diferente: novas notícias e informações. Recebemos ligações de pessoas se aposentando, novos servidores chegando, pessoas à procura de informações… O Diário Oficial muda a vida das pessoas. Ele concretiza uma fala, uma promessa, uma ação. É muito gratificante poder auxiliar as pessoas e fazer parte desse trabalho.”

INFORMAÇÕES PARA A IMPRENSA

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO
Eliza Della Barba (Jornalista)
(48) 3665-1636 / 99969-2710