Secretaria de Estado da Administração

Edit

JORGE
EDUARDO TASCA

Secretário da Administração

LUIZ
ANTÔNIO DACOL

Secretário-Adjunto da Administração

CENTRO ADMINISTRATIVO

Centro Administrativo do Estado de Santa Catarina - Saco Grande, SC 401 - Florianópolis - SC.

HORÁRIO DE EXPEDIENTE

Das 12h às 19h, de segunda à sexta-feira (Decreto N° 1.410 de 18 de dezembro de 2017)

DESENVOLVEDOR

SEA / DITI / GESIN

ASSESSORIA DE
COMUNICAÇÃO

Krislei Oechsler
Fone: (48) 99193-3013 (48) 3665-1636
E-Mail: comunicacao@sea.sc.gov.br

PARCEIROS

Programa de Gestão de Desempenho (PGD) apresentado pela SEA alia resultados e novas formas de trabalho dos servidores

Aumentar a eficiência nas entregas laborais e criar novas ferramentas para que os gestores possam mensurar o desempenho e estimular o desenvolvimento dos servidores, priorizando o alcance de resultados de forma mais transparente e equilibrada, seja o trabalho executado presencial ou remotamente, são objetivos do Programa de Gestão de Desempenho (PGD), desenvolvido pela Gerência de Políticas e Desenvolvimento de Pessoas (GEPOD), vinculada à Diretoria de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas (DGDP), da Secretaria de Estado da Administração. A intenção é que o programa seja aplicado inicialmente entre os servidores da SEA para, após avaliação dos resultados e eventuais ajustes sejam implementados, estendê-lo às demais áreas, de acordo com a possibilidade e necessidade de cada órgão.
“Nosso foco de gestão está nas ações baseadas em melhores resultados. Agora é hora de somarmos esforços para garantir a implantação desse programa piloto na SEA e fazermos os ajustes necessários para ampliá-lo e dar ainda mais agilidade nas entregas do Estado às pessoas”, disse o secretário Jorge Eduardo Tasca.

A servidora da SEA, Ana Caroline Faúla, responsável pelo desenvolvimento do projeto, ressalta que o PGD é resultado da identificação de diversas necessidades de melhorias e ampla pesquisa de boas práticas no setor público, com base principalmente no que foi instituído em órgãos do governo federal. “O PGD foi estruturado para acompanhar o desempenho dos servidores e priorizar entregas e resultados em detrimento do controle de frequência física, possibilitando que as atividades sejam executadas de forma presencial ou remota, ou ainda no formato híbrido, de acordo com a necessidade do serviço oferecido e do servidor, atendendo a critérios que serão pontuados em normativa a ser publicada”, observou Ana Faúla, durante apresentação do programa aos secretários da Administração, Jorge Eduardo Tasca e Luiz Antônio Dacol.

A Gerente de Políticas e Desenvolvimento de Pessoas, Mille Anny de Albuquerque Cassol Gesser, reforça que o PGD é um grande projeto da DGDP que visa a contribuir na consolidação da gestão por resultados e que fornecerá subsídios para nortear o desenvolvimento de servidores.
“Além de suprir algumas lacunas que identificamos no acompanhamento do rendimento dos servidores, o programa representa um avanço importante para uma atuação mais estratégica na gestão de pessoas, pautada no aumento da satisfação dos próprios servidores e no alcance de resultados superiores”, explica a diretora de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas, Renata de Arruda Fett Largura.

Novas formas de trabalho vieram para ficar

A chegada da pandemia do novo Coronavírus no mundo impôs novas formas de trabalho e de prestação de serviços públicos, em que o meio digital se sobrepôs ao físico, trazendo também mais agilidade e dinamismo nas relações pessoais e laborais. Atualmente em Santa Catarina, além do trabalho totalmente presencial, a Diretoria de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas da SEA também acompanha situações de servidores em trabalho remoto, em que os serviços são totalmente à distância, e há também a atuação híbrida, em que alguns dias da semana ou de acordo com a necessidade, os servidores atuam de forma presencial e nos demais dias garantem as entregas na modalidade on-line.


Texto: Krislei Oechsler
Fotos: DGDP
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Administração