Sea

Logo sc.gov.br

Secretaria do Estado da Administração

DIRETORIA DE GESTÃO DE

LICITAÇÕES E CONTRATOS

A Central Estratégica de Compras Públicas, criada pelo Decreto n.º 1.849, de 06 de abril de 2022, tem como escopo centralizar os macroprocessos de compras dos órgãos da Administração Direta, Autarquias e Fundações sediados na Grande Florianópolis, subsiada por áreas de atendimento, assessoramento jurídico emelhoria contínua.

CENÁRIO DAS

ME E EPP

No Brasil, de 6,4 milhões de estabelecimentos 99% são de micro e pequenas empresas (MPEs). As MPEs são responsáveis por 52% dos empregos gerados no setor privado, contabilizando 16,1 milhões. No Governo estadual, respondem por 31,55% do valor contratado em 2021. Diante desse cenário, passamos a avaliar possíveis ações para apoiar e orientar às microempresas e empresas de pequeno porte nas licitações e contratos estaduais. Eis que, assim, institui-se o Programa COMPRAS_SC.

AÇÕES

PLANO ANUAL DE COMPRAS SC;

Plano Anual de Compras de 2022, disponível em:

ATUALIZAÇÃO DA LEGISLAÇÃO;

Lei Complementar nº 787, de 2021, disponível em:

INDICADORES;

Evolução mensal dos contratos firmados com as MPEs:

OUTRAS INICIATIVAS:

APLICATIVOS
OFICIAIS DO
GOVERNO DE
SANTA CATARINA

RESULTADOS

ESPERADOS

Por meio das ações a serem implementadas, espera-se viabilizar o aumento da participação das MPEs nas compras públicas estudais, sobretudo no percentual dos contratos firmados.

INDICADORES

Por meio das ações a serem implementadas, espera-se viabilizar o aumento da participação das MPEs nas compras públicas estudais, sobretudo no percentual dos contratos firmados.

CONTATO DE

COMPRAS - SC

  • Vamos conversar?

    Programa de iniciativa do Governo do Estado de Santa Catarina, por meio da Diretoria de Gestão de Licitações e Contratos vinculada à Secretaria de Estado da Administração, em parceria com o SEBRAE e a AMPE/SC.

  • HORÁRIO DE EXPEDIENTE

    Das 8h às 19h, de segunda à sexta-feira

  • TELEFONE

    +55 48 3665-1591

  • E-MAIL

    dglc@sea.sc.gov.br

TUDO SOBRE O

CORANAVÍRUS