Secretaria de Estado da Administração

Centro Administrativo do Governo do Estado passa por melhorias em infraestrutura

A Diretoria do Centro de Serviços Compartilhados (DCSC), ligada à Secretaria de Estado da Administração (SEA), vem coordenando diversos trabalhos de melhorias na infraestrutura do Centro Administrativo do Governo do Estado. Alguns projetos, que tiveram de ser suspensos no ano passado por conta da pandemia, foram retomados já no início deste ano, como as melhorias externas com nova sinalização e ajardinamento, além dos projetos para reforma de 4 dos 5 (cinco) blocos do Centro Administrativo.

“Dentre as principais demandas de reforma está a do Bloco I, que abriga a Casa Civil, Gabinete da Chefia do Executivo, Gabinete da Vice-Governadora, Secretaria Executiva da Casa Militar, Secretaria Executiva de Comunicação, Secretaria Executiva de Articulação Nacional e Secretaria Executiva de Assuntos Internacionais, que trará a modernização e substituição completa de infraestrutura de rede lógica, climatização, preventivo de incêndio, hidrossanitário, adequação e melhoria da rede elétrica interna, bem como os ajustes arquitetônicos para readequação total às atuais rotinas de trabalho predominantemente digitais, para enfim, regularizar o imóvel junto à prefeitura de Florianópolis e obtenção do habite-se. Ato seguinte à reforma, será adquirido novo mobiliário, que trará mais ergonomia e praticidade para os servidores que desempenham suas atribuições neste local. Outra obra de suma importância é a do esgotamento sanitário, que atenderá todos os blocos do Centro Administrativo Governador Casildo João Maldaner, o processo para sua execução já está em fase de licitação, e após sua conclusão permitirá a obtenção do Alvará sanitário do centro administrativo.” explicou Paulo Cesar Jönck, diretor do Centro de Serviços Compartilhados da SEA.

Ele afirma que todas as reformas são demandas importantes, que foram levantadas pela equipe da DCSC, mas que há anos foram deixadas de lado. “A primeira interpelação do Ministério Público de Santa Catarina sobre essas demandas aconteceu ainda em 2008, e estamos trabalhando para que todas as legislações sejam atendidas, especialmente no que tange a acessibilidade e a mobilidade de servidores e cidadãos que frequentam o espaço”, disse.

O projeto de reforma também almeja a padronização de todo o mobiliário das secretarias que atuam no Centro Administrativo. “Estamos buscando uma padronização dos móveis, mesas e cadeiras, pensando sempre na ergonomia, modernização, intercambialidade entre órgãos, aproveitamento de espaço e na praticidade para o trabalho dos servidores” explicou. 

Sendo assim, no último dia 11, através da gerência de apoio operacional da Casa Civil, foram transferidos em forma de doação, 241 mobiliários da Casa Civil para o Hospital Infantil Joana de Gusmão (HIJG). Dentre os bens estavam: cadeiras fixas e giratórias, mesas, armários, balcões e sofás. Toda operação contou com a participação do Grupo da Base Aérea de Florianópolis, e com as equipes operacionais da Casa Civil e da Secretaria de Estado da Administração. 

“Esses móveis foram destinados pela urgência e necessidade que o hospital apresentava. E serão utilizados para aprimorar as estruturas dos consultórios ambulatoriais, unidades de internação e setores administrativos do HIJG, proporcionando melhor qualidade e conforto a todos os servidores e pacientes”, afirmou Alessandro de Oliveira dos Santos, gerente de apoio operacional da Casa Civil da DCSC.

O projeto para reforma do Bloco I já foi aprovado pelo Grupo Gestor de Governo e está em fase de licitação para contratar a empresa responsável para executar as obras. Após a conclusão deste espaço, será a vez do Bloco II, que hoje abriga a Secretaria de Estado da Administração, e por último, o Bloco III, que hoje abriga também o Escritório de Projetos (Eproj) e algumas unidades da Controladoria Geral do Estado (CGE). Além destes edifícios, o bloco que hoje abriga o restaurante do Centro Administrativo e SC Parcerias (Bloco IV), também passará por reformas. A contratação dos projetos dos Blocos II e IV está atualmente em fase de licitação.

Parte externa do Centro também passará por melhorias

Além dos prédios das secretarias, a parte externa também passará por reformas. De acordo com a gerente de manutenção da DCSC, Carolina Cabral Medeiros Ramos Porto, na área externa do Centro Administrativo será implantada rede de esgotamento sanitário, calçadas e rampas com acessibilidade, melhorias de sinalização e no estacionamento, além da iluminação externa. “Todas essas demandas foram levantadas e foram compatibilizadas, conforme a legislação vigente. É importante ressaltar que estas obras, além de cumprirem os protocolos sanitários e demais legislações, visam o cuidado com o meio ambiente, a segurança e a acessibilidade de quem frequenta o Centro Administrativo”, ressaltou Carolina. 

Além disso, foi reconstruído o muro de contenção junto ao estacionamento dos fundos do centro administrativo que apresentava problemas estruturais, trazendo riscos de desmoronamento, principalmente por fazer divisa com o Núcleo de Educação Infantil Barreira do Janga. “A obra trouxe segurança aos profissionais da educação e das crianças que utilizam o local”, disse Carolina. 

Foram também adquiridas 80 mudas de árvores frutíferas, para serem plantadas nos jardins do complexo. “Desde a aquisição de lixeiras de coleta seletiva, a ampliação de vagas para idosos e deficientes, a manutenção corretiva e preventiva da subestação elétrica, das caixas d´água, cisternas e limpeza das fossas, estão sendo executadas pela SEA e são ações importantíssimas para o bom funcionamento das estruturas do Executivo sediadas no local” afirmou Tânia Mara Lozeyko, gerente de administração da DCSC.

Para o diretor Paulo, todas as demandas que estão sendo cumpridas vão sanar problemas que se prolongam há anos. “São reformas e aquisições inteligentes. Estamos pensando em segurança, em acessibilidade, meio ambiente, e são reformas que terão muitos efeitos positivos a médio e longo prazo. Acreditamos que sanando estes problemas, poderemos reduzir custos de manutenção e reparos, pelos próximos 20, 30 anos”, concluiu o diretor.

Novo Frontlight

O Centro Administrativo recebeu também um novo frontlight na última semana. De acordo com a Diretoria do Centro de Serviços Compartilhados, a placa antiga já estava apresentando problemas, necessitando de manutenção. “Com a ação do tempo, a estrutura metálica do frontlight estava comprometida, tendo de ser completamente retirada para restauração. Na reinstalação, passamos a utilizar refletores com lâmpadas de led, mais econômicos. Além disso, o novo painel trouxe modernidade da identidade visual do Centro do Poder Executivo de Santa Catarina”, afirmou Maurício José Pereira, gerente de zeladoria da DCSC.

A nova placa, instalada em frente ao teatro, já conta com o novo nome do Centro Administrativo, que de acordo com a Lei n° 18.193, de 26 de agosto de 2021, sancionada pelo Governador Carlos Moisés, passou a se chamar Centro Administrativo Governador Casildo João Maldaner, em homenagem ao ex-governador que faleceu em maio deste ano, aos 79 anos, vítima de câncer. A arte foi criada na Secretaria Executiva de Comunicação, pelo servidor Sergio Claudio Caldara.


Texto: Rafaela Gesser
Fotos: DCSC
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Administração