O programa Governo sem papel, que mudou a forma de tramitar processos no Estado de Santa Catarina eliminando o uso de impressos nos órgãos do executivo estadual, tem motivos para comemorar nesta semana em que se celebra o meio ambiente. Já foram economizadas mais de um milhão de páginas, o equivalente a 100,82 árvores que deixaram de ser cortadas para vivarem papel.

Desde o dia 02 de abril, data da virada de chave para os processos somente digitais, conforme Decreto n° 39 assinado digitalmente pelo governador Carlos Moisés, foram abertos 185.213 processos eletrônicos, gerando uma economia de R$ 5,56 milhões de reais entre impressões, transporte de processos e material gráfico, com estimativa de economia em R$ 29 milhões por ano, com a total implantação do sistema.

Os dados podem ser acompanhados pelo painel de monitoramento do Sistema de Gestão de Processos Eletrônicos SGP-e, meio que permite a tramitação online dos processos entre as diversas secretarias do Executivo estadual. Além disso, o sistema facilita o controle e o acompanhamento da transformação digital no estado pela equipe da Diretoria de Tecnologia (DITI) da Secretaria de Estado da Administração.

Painel SGP-e

De acordo com Flávia Favero, servidora da DITI/SEA, esses dados são importantes pois “baseiam as ações da equipe que podem direcionar esforços na solução de possíveis dificuldades que os órgãos do estado podem encontrar tanto para digitalizar como para abrir novos processos usando apenas o meio digital”.

 

---

Foto: nereflore/divulgação

Texto: Rafaela Gesser - Jornalista

Assessoria de Comunicação

Secretaria de Estado da Administração