Reencontros, risadas, conversas. Elas chegam e se acomodam...espera e expectativa. Como parte da celebração ao dia Internacional da Mulher, mais de cem servidoras participaram na tarde desta sexta-feia, 8 de março, de uma conversa sobre violência doméstica, feminicídio e empoderamento feminino.

 DIADAMULHER02

Os temas, divididos em três painéis, fizeram parte do evento 1° Encontro com Elas, organizado pela Secretaria de Estado da Administração em parceria com a Secretaria de Comunicação.

O encontro contou com a presença da Vice-Governadora do Estado, Daniela Reinehr, que fez uma abertura de boas vindas a todas presentes, destacou a importância dos temas em pauta, além do protagonismo da mulher na atual administração. “É uma forma que encontramos de retribuir um pouco a dedicação diária das servidoras e de todas as mulheres, assim como marcar esse novo tempo que estamos vivendo na administração do nosso estado”, afirmou.

 DIDADAMULHER01

 

Na sequência, o painelista, Major da PM, Mauro Almir Marzarotto Junior, Chefe da Seção de Doutrina e Emprego, enfatizou números preocupantes no Estado, como os 39 casos de feminicídio registrados e mais de 19 mil chamados no telefone de emergência 190 por violência doméstica. O Major também apresentou a Rede Catarina, programa da Polícia Militar que conta com várias frentes no combate à violência doméstica e prevenção ao feminicídio. “A Rede Catarina foca na prevenção, para que as mulheres não sofram mais violência doméstica” explicou.

DIADAMULHER03

 

A Delegada Patrícia Zimmermann D´Ávila, coordenadora das delegacias de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso de Santa Catarina, deu prossseguimento ao painel e apresentou o programa Polícia Civil por Elas, que luta para diminuir os casos de feminicídio no Estado “Podemos até ser o segundo Estado mais seguro do País, mas enquanto exisitir uma mulher que seja vítima de feminicídio nossa luta não vai parar”, disse a Delegada, ao som de aplausos das convidadas.

 DIADAMULHER04

Para fechar a tarde, a Psicóloga Rafaela Luisa Trevisan, da Secretaria de Estado da Administração tratou do tema “Trabalho, saúde mental e empoderamento”, onde constatou que os fatores que levam muitas mulheres a pedir licença do trabalho são transtornos mentais e comportamentais. Para ela, a busca é do fortalecimento da rede de apoio que as mulheres devem construir no ambiente de trabalho. “Estamos evoluindo, há 10, 20 anos um evento assim, seria possível?” questionou. Rafaela também reiterou o poder do empoderamento feminino “A mulher deve ter autonomia para fazer as próprias escolhas e respeitar as escolhas alheias”.

 DIADAMULHER05

 

Entre emoções, aplausos, fotos e amizades o 1° Encontro com Elas marcou mais um 8 de março. O Teatro Pedro Ivo, palco de inúmeros shows e peças dessa vez trouxe mais conhecimentto, empoderamento, beleza e esperança para o Dia da Mulher.

 

 

Informações para imprensa:

Fotos e Texto: Rafaela Gesser - Jornalista

Assessoria de Comunicação

Secretaria de Estado da Adminstração