Gestão de Materiais e Serviços

A Diretoria de Gestão de Materiais e Serviços (DGMS), órgão normativo do Sistema de Gestão de Materiais e Serviços - SAGMS1 , é responsável pela normatização, supervisão, orientação e formulação de políticas de licitações e contratos de materiais e serviços, estocagem e logística, no âmbito da administração Direta, Autárquica e Fundacional. A Diretoria dentre outras atribuições definidas pela regulamentação estadual, subdivide-se em gerências as quais realizam funções especializadas como a gestão dos Sistemas de Cadastros, Centro de Materiais, Cadastro Geral de Fornecedores, Gestão de Estoque e Sistema Integrado de Licitações, que servem como suporte à operacionalização da gestão de materiais no Estado.

No intuito de assegurar a eficácia, a eficiência e a efetividade das ações do Estado, a DGMS tem realizado aquisição de forma articulada entre os órgãos e entidades na busca de mais economia e agilidade nas aquisições. A Diretoria é responsável também pela implantação do Programa de Estoque Zero em todo o Governo do Estado, reduzindo custos de estocagem de produtos.

Quem somos:

  • Gerência de Contratos
  • Gerência de Controle de mão-de-obra locada
  • Gerência de Licitações
    • Cadastro Central de Fornecedores
    • Cadastro de Materiais
    • Centro de Editais
    • Sistema Integrado de Licitações
    • Pregoeiros
  • Gerência de Suprimentos de Materiais e Serviços
    • Centro de Distribuição de Materiais

 

Para ver o conteúdo referente a Gestão de Materiais e Serviços, a legislação estadual está disponível em nosso Portal de Compras.

Para tirar suas dúvidas diretamente com as gerências e serviços realizados pela DGMS, o canal de comunicação está disponível em nosso Portal de Compras.

 

Atenciosamente,

Diretor de Gestão de Materiais e Serviços – SEA/SC




1 SAGMS compreende hierarquicamente:
I - a Secretaria de Estado da Administração - SEA, como órgão central;
II - a Diretoria de Gestão de Materiais e Serviços - DGMS, como núcleo técnico;
III - as Secretarias de Estado Centrais e as Secretarias de Estado de Desenvolvimento Regional - SDRs, por meio de suas unidades administrativas e pelas estruturas descentralizadas dos órgãos e entidades da administração direta e indireta estadual que detêm a competência do Sistema, como órgãos setoriais e setoriais regionais, respectivamente; e
IV - os órgãos e entidades vinculadas da administração indireta por meio de suas diretorias, como órgãos seccionais.

Parágrafo único. Os órgãos setoriais, setoriais regionais e seccionais subordinam-se tecnicamente à Secretaria de Estado da Administração - SEA, no que diz respeito à gestão de materiais e serviços no âmbito do Poder Executivo estadual.